" A saúde do funcionário da sua empresa nas mãos de Especialistas em Medicina do Trabalho "

Diretor Técnico Médico: Dr. Waldemar Vilga Junior
CRM 18.554 | Registro no Ministério do Trabalho 11.614

(19)3234-9616

3234-0077 | 3234-6498 - Fax: (19) 3231-3419

Rua José Paulino, 2.193
Guanabara - Campinas/SP

Álcool/Drogas/Fumo

Como um componente do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), aparece a Palestra de Álcool/Drogas/Fumo.

Empresas empregadoras preocupadas com a preservação da saúde/integridade física dos seus funcionários devem oferecer a Palestra de Álcool/Drogas/Fumo. Boa parte das pessoas que fazem uso de bebidas alcoólicas, cigarros ou drogas não se enxergam como dependentes. O alcoolismo/tabagismo/uso de drogas não é um vício, mas uma doença que qualquer pessoa pode desenvolver. Fatores genéticos, que são passados de geração para geração, são um agravante, mas os hábitos também podem ser determinantes, dependendo da predisposição de cada um.

Mas como não confundir uma doença com um simples prazer em beber/fumar/usar droga? De maneira geral, diz-se que uma pessoa que não consegue passar um dia sem consumir a substância é considerada dependente. É difícil definir um comportamento típico de um dependente, mas a OMS (Organização Mundial da Saúde) adota alguns critérios para a determinação da síndrome de dependência da substância, como o aumento da tolerância (necessita de doses progressivamente maiores para o mesmo efeito desejado), e sintomas repetidos de abstinência (ocorrem sempre que há interrupção do consumo).

Além dos prejuízos sociais, os cigarros causam problemas físicos, pois contem mais de 4700 substâncias tóxicas, sendo 40 delas cancerígenas, o que aumenta o risco de câncer na: boca, pulmões, esôfago, estomago, rins, bexiga, colo do útero, etc. Fumar eleva o risco de rugas prematuras e de celulite, interfere na cicatrização de feridas, aumenta a pressão arterial, aumenta a freqüência cardíaca, reduz o colesterol bom (HDL), aumenta a acidez do estômago, e traz irritação e inflamação nos olhos, garganta e vias aéreas.

Já o alcoolismo traz um perigo constante de acidentes do trabalho, bem como traz prejuízos sociais, profissionais, financeiros e familiares. O uso em excesso de bebida alcoólica está relacionado a problemas de saúde como: inflamação crônica do fígado, hepatite alcoólica, cirrose, esofagite, gastrite, pancreatite, perda de memória, problemas de atenção, hipertensão arterial, taquicardia, coma alcoólico, etc.

O uso de drogas traz muitos problemas sociais, financeiros, familiares e profissionais. Além disso, gera graves problemas de saúde ao usuário: depressão, lesões cerebrais, gastrointestinais, na medula óssea, nos rins, no fígado, nos pulmões, arritmia cardíaca, hipertensão arterial, bronquite, câncer, etc.

Visando uma maior conscientização dos funcionários de uma organização com relação aos problemas trazidos pelo Álcool/Drogas/Fumo, foi elaborada uma palestra esclarecedora sobre tal assunto. A palestra tem uma duração aproximada de 2 horas e aborda os seguintes temas: dependência, problemas sociais e profissionais relacionados, patologias advindas do uso excessivo, e medidas preventivas. A apresentação é apresentada em forma de slides e filmes ilustrativos.

Por sugestão dos Fiscais do Trabalho, a Palestra de Álcool/Drogas/Fumo deve ser realizada pelo Médico Coordenador do PCMSO, ou por algum outro médico designado por ele. No entanto, isso não impede que outros profissionais da saúde ministrem tal palestra.

A Occupmédica conta com uma equipe de profissionais médicos que realiza a Palestra de Álcool/Drogas/Fumo em sua própria sede, bem como pode deslocar os profissionais envolvidos até a empresa empregadora para realizar a palestra In Company (sob determinadas condições pré-acordadas).

Todos os participantes da Palestra de Álcool/Drogas/Fumo receberão um Certificado de Participação nessa palestra. Tais Certificados, juntamente com a Lista de Presença assinada no dia da apresentação da Palestra de Álcool/Drogas/Fumo, serão a comprovação da realização do treinamento pela empresa empregadora.

Dúvidas freqüentes

  • Qualquer funcionário pode participar da Palestra de Álcool/Drogas/Fumo? Sim.
  • Quando a empresa empregadora deve realizar a Palestra de Álcool/Drogas/Fumo? Ela pode ser realizada em qualquer data, a critério da empresa empregadora.
  • Com qual periodicidade deve ser realizada a Palestra de Álcool/Drogas/Fumo? A periodicidade fica a critério da empresa empregadora.
  • Apenas um médico pode ser o palestrante desse treinamento? Por sugestão dos Fiscais do Trabalho, a Palestra de Álcool/Drogas/Fumo deve ser realizada pelo Médico Coordenador do PCMSO, ou por algum outro médico designado por ele. No entanto, isso não impede que outros profissionais da saúde ministrem tal palestra.
  • Os participantes da Palestra receberão algum Certificado? Sim. Todos os participantes da Palestra de Álcool/Drogas/Fumo receberão um Certificado de Participação nessa palestra. Tais Certificados, juntamente com a Lista de Presença assinada no dia da apresentação da Palestra de Álcool/Drogas/Fumo, serão a comprovação da realização do treinamento pela empresa empregadora.
  • Onde a Occupmédica realiza a Palestra de Álcool/Drogas/Fumo? A Occupmédica conta com uma equipe de profissionais médicos que realiza a Palestra de Álcool/Drogas/Fumo em sua própria sede, bem como pode deslocar os profissionais envolvidos até a empresa empregadora para realizar a palestra In Company (sob determinadas condições pré-acordadas).
  • A empresa empregadora pode pedir a Palestra de Álcool/Drogas/Fumo fora do período da SIPAT (Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho)? Sim. Apesar de as empresas empregadoras preferirem que a Palestra de Álcool/Drogas/Fumo seja feita durante a SIPAT, ela pode ser ministrada em qualquer data.